Seia: Santuário Senhora do Desterro classificado como conjunto de Interesse Público

O Governo classificou como “conjunto de interesse público” o Santuário de Nossa Senhora do Desterro, no Concelho de Seia, segundo uma portaria da Presidência do Conselho de Ministros publicada no dia 7 de Maio em ‘Diário da República’.

O texto refere que as dez capelas do Santuário de Nossa Senhora do Desterro, no Distrito da Guarda, foram sendo sucessivamente erguidas ao longo de mais de 200 anos, “pelo menos entre 1650 (fundação da Capela de Nossa Senhora do Desterro, ampliada no início do século XIX) e 1892 (consagração da Capela da Senhora da Boa Viagem, ex-voto de doador particular).

O conjunto é evoca os ciclos da Infância e Paixão de Cristo, em diversos pontos coincidentes com a vida da Virgem Maria e os Mistérios do Rosário, representados “em imaginária ou pintura no interior das capelas, caraterizadas pela grande depuração arquitetónica, complementada por algumas fachadas de linguagem barroca”, acrescenta a portaria que classifica o conjunto.

As capelas estão distribuídas pelas duas margens do rio Alva, no Parque Natural da Serra da Estrela.

Em nota emitida pela Câmara Municipal de Seia, refere-se «a mais valia patrimonial e turística que tal significa para o município, que deste modo reforçam o potencial do Turismo Cultural e de Natureza na região. Trata-se de uma área protegida, com forte projeção ambiental, em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, onde a autarquia tem apostado, traduzido em investimentos na conservação da natureza e na proteção do património natural e construído da Senhora do Desterro, nomeadamente com a implementação do projeto de uso múltiplo da floresta e com a remodelação da centenária hidroeléctrica da Senhora do Desterro, convertida em 2011 em Museu Natural da Electricidade. 
No âmbito da conservação, para além da restauração da vegetação natural e promoção da biodiversidade, existem no local um conjunto de percursos pedestres de pequena rota que permitem auxiliar os visitantes na compreensão da paisagem, nas suas várias componentes, geologia, flora e vegetação, fauna e costumes do local.»

Fontes: Agência Ecclesia / Câmara Municipal de Seia


Receba a nossa NEWSLETTER




© 2013, Associação de Reitores dos Santuários de Portugal.
Todos os direitos reservados